Wednesday, August 08, 2007

Minha Meta: menos 8 quilos em 3 meses

Meu problema com o peso não é de hoje. Na verdade, começou na adolescência. Eu tinha sido uma criança muito magrinha, mas na adolescência ganhei corpo e conseqüentemente peso. Desde então, me tornei uma especialista em dietas, já testei inúmeras, já tomei remédios pra emagrecer, fórmulas “naturais”, enfim uma doidice. Hoje, não entro mais nessa, remédios, nunca mais.
O problema é que estou extremamente insatisfeita com meu peso. Antes da gravidez, eu já estava 3 quilos acima do que considero meu peso ideal, ganhei mais 13 na gravidez, o que resultou em 16 quilos a mais. Perdi oito, mas ainda tenho oito quilos grudados na minha barriga e nos meus quadris. Quadril largo, eu sempre tive, mas barriga, eu não tinha e por isso, estou me sentindo horrorosa.
Voltei a fazer caminhada, reduzi as calorias, passei a contar os pontos, mas o ponteiro da balança não sai dos 69 quilos, um escândalo pra quem mede 1,69 m. Minha auto-estima foi pro espaço, minhas roupas não servem, um saco!
Resolvi dar um basta e sinceramente, espero que dessa vez a coisa funcione. Desde segunda-feira, estou caminhando de manhã e à tarde, parei de usar o elevador do trabalho e ontem passei por um ortomolecular. Ele fez um monte de perguntas, pediu vários exames, mas já adiantou que meu tipo sanguíneo (O+), não aceita determinados alimentos muito bem, que o metabolismo demora para processá-los e isso pode retardar o emagrecimento ou simplesmente impedi-lo.
Um dos meus maiores erros, na opinião do médico, é que como não tenho horário de almoço, faço um lanche com pão integral, verduras e queijo branco, mas na verdade, tenho que reduzir ao máximo o consumo de derivados de trigo e de leite, pois estes alimentos não me permitem emagrecer. Quer dizer, eu passava fome e não emagrecia porque aqueles eram os alimentos que eu não podia comer. Humpf!
Ainda vou fazer os exames, ainda vou começar a tomar as vitaminas, mas comecei hoje a dieta. Meu café da manhã, ao invés de leite cremosinho com Nescafé e pão francês com manteiga Aviação foi uma banana amassada com uma colher de aveia e uma pêra. No meio da manhã, comi uma barrinha light de cereais e no almoço, comerei uma salada variadíssima, uma maçã e um potinho de gelatina dieta. Ai, a vida às vezes, é tão dura! Mas eu vou chegar lá, minha meta é, perder oito quilos em três meses.

6 Comments:

At 7:57 AM , Anonymous Daniela said...

Claudia, eu sempre fui muito contra dietas (essas que vc encontra por aí por 50 centavos a dúzia) pq elas são simplesmente radicais demais (olha a palavra aí de novo, né?). Eu nem começo pq sei que não vou conseguir manter o ritmo por muito tempo e isso vai me trazer mais stress, mais culpa e consequentemente mais apetite e mais peso.
Sou a favor da adoção de um estilo de vida mais saudável, com refeições adequadas nos horários adequados, atividade física (sempre um problema pra preguiçosa aqui), equilíbrio no que se come, descanso de verdade, essas coisas que todo mundo quer, mas que nem todo mundo consegue alcançar.
Acho que vc tá no caminho certo. O médico parece saber o que está fazendo, parece ter o know-how de como reequilibrar seu corpo. E a decisão de movimentar mais o corpo sem se prender a uma academia é ótima (menos obrigação e mais resultado).
Te desejo muito boa sorte e que vc consiga se sentir bem com o seu corpo em breve, independente do número de quilos que perder, pq esses irão embora naturalmente.
Beijo!

 
At 10:18 AM , Anonymous greice said...

Claudia, eu também sempre fui gordinha, mas nunca tive barriga! depois da gravidez ela não me abandona. E como eu disse, estou conseguindo manter a dieta, mas não estou emagrecendo nada. Estou quase sucumbindo ao ortomolecular também!
beijos

 
At 7:08 PM , Blogger Mônica said...

Ai, nem preciso dizer se tenho problemas ou não com dietas, né? Vc ja conhece o meu blog e sabe como é. Eu já fiz todos os tipos de dietas doidas e a única em que confio é na Reeducação alimentar, aprender a comer direito. É isso que sigo e tem dado resultados, são lentos mas são eternos qdo realmente se aprender a comer.
Ah, vc consegui colocar os links? Agora sou eu que vou perguntar, como deixa aquele balãozinho nos comentários???
Pode me mandar no meu e-mail : monicacrzc@yahoo.com.br
Beijos.

 
At 7:37 AM , Anonymous Flávia said...

Cláudia, acredito que agora, com esse médico, vai dar tudo certo! Me pareceu muito interessante sua dieta.
Beijos!

 
At 6:11 PM , Blogger Alessandra said...

Clau, boa sorte !!
Dieta é um saco mesmo, mas vc vai conseguir ! Achei muito interessante essas dicas do medico !
Beijos

 
At 5:17 AM , Anonymous Carol said...

Claudia...sempre achei que dietas rígidas não funcionam!Podem até funcionar por um tempo, mas depois volta tudo de novo, não é? E o mal humor então por não poder comer o que se gosta? Affff, ninguém merece!
Veja com seu médico as coisas que pode comer, coma de 3 em 3 hs...e caso seja possível, faça atividade física!Na minha opinião, é esse o caminho...não desanima, viu!Bjkas

 

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

<< Home