Saturday, January 13, 2007

C'est la vie

Há um ano, mais ou menos por estes dias, eu descobri que estava grávida. Foi um choque! Digo, sem vergonha nenhuma, que passei os primeiro dias chorando e não tinha coragem nem vontade de contar pra ninguém. Pra minha mãe, só fui contar uns vinte dias depois.
Entrei em pânico, tinha medo de perder minha vida pessoal, que depois de 12 anos do nascimento da Luíza estava começando a entrar nos eixos, tinha planos de voltar a estudar, de aproveitar melhor meu casamento, já que minha filha já não dependia tanto de mim. Por isso, pode parecer egoísmo, mas pensei sim em todas estas coisas boas que iria perder.
Com o tempo, fui me acostumando com a idéia (o pai desde o início estava feliz da vida, mas nunca me cobrou nada), o primeiro ultrassom foi um marco, naquele dia me dei conta de que estava grávida, de que havia um bebê dentro de mim e que eu já o amava, apesar dos medos e dúvidas.
A gravidez foi tranqüila, não tive nenhum mal estar, o único estresse foi por conta do quarto do bebê, que o pai levou muito tempo pra terminar, mas que ao final, ficou lindo.
Sonhava com mais um parto normal, mas não deu, fiquei meio preocupada, mas no fim, deu tudo certo, minha recuperação foi ótima e o Pedro Henrique estava ali, lindo e saudável. Só percebi que foi bem mais difícil perder os quilos ganhos na gravidez desta vez, não sei se é a idade ou se foi por conta da cesárea, mas felizmente, agora só faltam dois quilos pra voltar ao que era antes, mas estou disposta a perder mais uns três, porque já estava meio gordinha quando engravidei.
Durante a gravidez, conheci o LV do Mothern e fiz amizades maravilhosas e super importantes na minha vida. Acompanhei o nascimento de outros bebês, o Caio, a Cecília, a Isadora e o Luis Felipe, da Cris, amiga e mãe da melhor amiga da Luíza (será que ele e o Pedro Henrique também vão ser superamigos?).
E agora, já estou planejando o retorno ao trabalho, com o término da licença maternidade. A Rose, uma pessoa super especial, que já cuidou da Luíza durante muitos anos, está voltando pra cuidar do Pedro Henrique e isso basta pra me fazer voltar ao trabalho tranqüila. Ele já está comendo frutinhas e tomando sucos e uns dias antes do meu retorno, deverá entrar na papinha salgada e no leite Ninho, quando eu não puder amamentá-lo.
É isso. A vida dá muitas voltas e a gente tem que se segurar pra não cair, dançar conforme a música e resumindo, hoje eu sou muito mais feliz. Com meus dois filhos e com meu marido, que sempre está ao meu lado me apoiando, até quando eu fico chata e impaciente (o que acontece com uma certa freqüência).

4 Comments:

At 8:07 AM , Blogger Chris, mãe da Cecília said...

Oi, Claudia!
Com certeza, se a gente não se segura, cai mesmo com os balanços da vida... ;)

Realmente, nossas histórias são bem parecidas rssss

Beijos enormes nessa linda família, viu?

Ah, posta mais fotos da Luíza com o Pedro Henrique, por favor!!!

Beijocas mís

 
At 8:12 AM , Blogger Claudia said...

Oi Xará,

O ano que passou foi marcante pra mim também, e estou cheia de esperanças pra 2007. Me parece que pra muitas de nós vai ser o ano nas "retomadas".
Feliz 2007 pra vc e pra sua família linda

 
At 9:58 AM , Anonymous Flávia said...

Isso mesmo, Cláudia, o que importa é que, apesar do susto inicial, tudo acabou bem e o Pedro está aí contigo!
Beijos.

 
At 9:41 AM , Blogger Roseh said...

Clau, quando eu comecei frequentar o LV, o Pedro Henrique já tinha nascido, não tinha idéia de como tinha sido sua gravidez... surpresinha é sempre bom! Depois que a gente se acostuma, é só alegria! Beijos

 

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

<< Home