Tuesday, April 17, 2007

Eu adoro um blog

Boas de blog

Dieta, humor, cultura, filhos, comentário de novela e das notícias do dia, confissões amorosas... Tem de tudo na ala feminina da blogosfera e é impossível não se identificar com os deliciosos diários das mulheres na internet. Leia aqui e acesse daí
Lina de Albuquerque

O apartamento da advogada e funcionária pública gaúcha Patrícia Antoniete Ferreira, 33 anos, em Porto Alegre, não tem sacada. Mas seu computador funciona como uma, de onde ela avista e conhece pessoas dos quatro cantos do planeta. "Tenho uma varanda que se comunica com as outras varandas do mundo", diz Ticcia, como ela é conhecida entre a legião de blogueiras que vem fazendo da internet um território cada vez mais feminino.
Espaço virtual inicialmente conquistado por adolescentes que dominam o "internetiquês", a língua da internet, os blogs acabaram caindo nas graças de mulheres modernas e com um repertório cultural mais sofisticado. Confessionais ou noticiosos, recheados de ironia e tiradas espirituosas, eles se tornaram espécies de diários abertos em que elas compartilham as vivências do dia-a-dia.
"O sucesso de um blog depende da identificação que provoca nos leitores", continua Ticcia, com a autoridade de quem já foi tachada de "Paulo Coelho da blogosfera" por causa da quantidade de acessos que seu blog, Megeras Magérrimas (http://megeras.com), recebeu em três anos de existência. Cerca de 750 mil visitas fizeram dele um "blog-seller".
Ticcia continua mantendo na internet as engraçadas páginas das mulheres em constante luta contra a balança, escritas a quatro mãos com a também funcionária pública Roberta Arabiane. Em julho do ano passado, sua parceira desistiu da empreitada, incomodada com o excesso de exposição do diário virtual, e Ticcia se aventurou numa carreira-solo. Foi assim que surgiu um segundo blog, em que ela manteve no título as iniciais "MM", que atraíram sorte para o primeiro.Num trocadilho que mistura o nome da bruxa da Disney com a palavra mean, malvado em inglês, o novo blog, Mme. Mean, (hoje hospedado em http://ticcia.com) revela o ambiente de camaradagem existente na blogosfera.
Para ter uma idéia, outra conhecida blogueira de Porto Alegre, a advogada Isabel Ribeiro Alice, 32, a Belly, foi "morar de favor" no blog de Ticcia assim que aposentou seu Mishappenings por absoluta falta de tempo para fazer as atualizações. "Achei injusto ela não ter mais um lugar para mostrar o seu humor espetacular", diz Ticcia. A solução foi Belly assinar a coluna Criada de Madame, na "casa" da Mme. Mean.REDE DE AMIGASTiccia e Belly sempre estiveram "linkadas", interligadas pelos chamados links, seguindo a melhor tradição dos blogueiros, que criam atalhos nas suaspáginas para os blogs preferidos.
Esses links recomendados fortalecem uma rede baseada em interesses comuns. Muitas vezes, as afinidades ultrapassam a tela do computador e grandes amizades nascem dos diários virtuais. Natural de Santos, no litoral paulista, a jornalista e professora de francês Lívia Araújo, 28, mudou-se para Porto Alegre depois de um longo período acessando as páginas da madame e sua criada. De freqüentadora do universo virtual do Mishappenings, ela virou amiga de Belly e acabou alugando o apartamento de um ex-namorado da blogueira.
Lívia conta que já morou em diversas cidades e suas constantes andanças inspiraram o título de outro popular blog criado há cinco anos, o Festa Móvel (http://festamovel.blogspot.com). O nome veio do clássico livro A MOVEABLE FEAST, do escritor Ernest Hemingway - traduzido aqui como PARIS É UMA FESTA. O festejado espaço de Lívia é animado por pequenas ficções, comentários culturais, fotos e vídeos retirados do YouTube. "Ele é qua se uma extensão do diário de papel dos tempos da adolescência", compara. Com a diferença que permite o acesso ao diário de outras pessoas."Faz sentido o que Lívia diz. O maior público dos blogueiros são os próprios blogueiros. No fundo, uns alimentam os outros por meio do maior número de links.
O Festa Móvel, por exemplo, está linkado com o Kaleidoscópio (http://kaleidoscopio.blogger.com.br), também sob o enfoque do cotidiano, criado pela tradutora carioca Daniela Dias, 33 anos. Mãe de duas filhas, Daniela conta que começou a blogar depois de conhecer o Mothern (http://mothern.blogspot.com), o blog inventado pela dupla de publicitárias mineiras Laura Guimarães, 35, e Juliana Sampaio, 36, hoje já um clássico na blogosfera, desmembrado em livro e programa da GNT, que estréia em maio a segunda temporada. O Mothern, que faz um trocadilho mesclando, em inglês, as palavras mãe (mother) e moderna (modern), estreou em 2002 com dicas do tipo "como enfrentar a energia infantil de pois de uma balada". "Eu me senti alivia da quando caí lá, pois não me identificava com o enfoque da mídia tradicional sobre maternidade", diz Daniela.

BOTECO VIRTUAL
O Mothern deu cria. E hoje prescinde até da presença das mães. "Muitas pessoas fizeram amizades freqüentando o nosso livro de visitas", comenta Laura, que, além de publicitária, é designer gráfica e professora universitária. O livro de visitas é umponto de encontro, em que as pessoas podem conversar e trocar experiências. "É o boteco da blogosfera", carimba a publicitária.
Um livro de visitas considerado hilariante tanto pelas motherns como pela jornalista Cora Rónai (leia mais em "Coráculo.com") é o que está contido no espaço da professora e escritora paulista Fábia de Azevedo Cardoso, a Fal, 36 anos (http://dropsdafal.blogbrasil.com). Fal conquistou a audiência com seus impagáveis comentários das novelas e das CPIs feitos em tempo real. Por seu turno, ela acha graça no blog de Angela (http://bloguete.blogspot.com), que por sua vez cita o espaço das Duas Fridas (http://duasfridas.blogger.com.br).
E Fal e Ângela mencionam outro blog de texto irônico e elegante, mantido por uma advogada de Brasília que suplica não ter o nome publicado na reportagem. Ela diz que não quer se comprometer no trabalho. "Foi o melhor brinquedinho que encontrei na vida", revela a anônima blogueira. Mais previdente continuar na moita."Todo mundo tem o direito de manifestar suas opiniões na rede preservando o anonimato. Mas também é verdade que esse instrumento está sendo cada vez mais usado como um canal de exposição e até de aproximação dos artistas com seu público.
O blog de Luana Piovani, por exemplo, ficou mais conhecido depois de publicar uma declaração nada modesta dela propagando ter inspirado uma canção de Caetano Veloso - afirmação prontamente desmentida pelo compositor.
Com muito mais elegância, a cantora paraense Leila Pinheiro começou a tricotar seu blog Conversa Afiada (http://conversafiada.zip.net) na teia eletrônica há quase três anos. Abastecido com histórias de sua vida e opiniões sobre o universo da música e cultura, ele acabou curiosamente atraindo outro tipo de audiência. Ao declarar em inúmeros posts o seu amor incondicional aos bichos, Leila conquistou sem muito esforço o que todo blogueiro sonha na vida: um público de fidelidade canina.

CORÁCULO
COMO "ORÁCULO" da blogosfera das mulheres atende pelo nome de Cora Rónai. A jornalista carioca de 53 anos aparece diariamente em cerca de 3 mil computadores do país. Seu blog (http://cora.blogspot.com) traz comentários do noticiário e temas de informática, fotos de cenas cariocas e de suas gatas. Ela já fez amizades na blogosfera - orientou teses, escreveu prefácios de livros e até reuniu um bloco para pular o Carnaval.Alguns outros blogs feitos por mulheres estão entre os preferidos de Rónai, assim como o da física e jornalista Rosana Hermann, a criadora do programa PÂNICO NA TV (http://queridoleitor.zip.net). Atuante na blogosfera desde 2001, a experiente blogueira foi ainda fisgada pelo humor de Fábia Cardoso, a Fal (http://dropsdafal.blogbrasil.com), e pela delicadeza de blogs como o de Esther Bittencourt (http://porcaeparafuso.blogspot.com).
Os fãs de Cora são tão fiéis que alguns ganharam uma senha para apagar os comentários indesejáveis no período da manhã, pois ela não dorme antes das 5 e seu blog fica desguarnecido nesse período. Cora se diverte ao saber que algumas blogueiras a chamam de "oráculo". "Deve ser por causa da minha idade", desconversa. Um bom blog, segundo ela, deve exibir textos curtos e ser constantemente atualizado. Ela desaconselha que se recomende outro blog apenas por companheirismo, pois isso afetaria a credibilidade. "Posso até gostar pessoalmente de um determinado autor, mas, se o conteúdo for ruim, deixo fora dos meus links", diz ela. E fecha o "coráculo".

PÉROLAS DO BLOG
Eu gosto de gente grande, gente larga, gente espaçosa, (...) gente com varanda, cobertura, pátio e vista, (...) gente em que a gente pode se hospedar, pode morar, pode deitar e rolar, gente onde há vagas - TICCIA
Não vieram entregar meu fogão. Perdi a fé na humanidade - FAL
Você não tem a sensação, de vez em quando, que tá tudo errado? Eu tenho. Tem horas que é particularmente doloroso viver no mundo real contemporâneo. Gostaria de lançar o movimento: "Volta, século XIX - de onde nunca deveríamos ter saído" - DUAS FRIDAS

extraído da Revista Claudia de abril/2007

1 Comments:

At 9:26 AM , Blogger Chris, mãe da Cecília said...

Nossa, AMEI esse texto, AMEI!!

Beijos

 

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

<< Home